domingo, 17 de dezembro de 2017

Caçapavano morre em São Sepé após o veículo colidir com uma árvore

Um acidente na Avenida Marechal Idelfonso de Moraes em São Sepé, ocorrido por volta das 22h30min deste sábado (16), resultou na morte de Ivo Adriano da Silva Brites, 51 anos, natural de Caçapava do Sul.
Segundo a Brigada Militar, foi denunciado que um Tempra, cor Branca, placas de São Sepé estaria trafegando em alta velocidade nas proximidades do bar do Simon. A Polícia estava tentando localizar o veículo e foi informada  de um acidente próximo ao CTG Os Maragatos. 
Chegando no local  do acidente, os policiais observaram que se tratava  do mesmo veículo informado que estaria provocando desordem no trânsito.  O condutor colidiu contra uma árvore do canteiro da Avenida e  acabou morrendo. Os Bombeiros foram acionados, e a polícia aguardando a chegada da perícia.
Fonte: Jornal do Garcia

sábado, 16 de dezembro de 2017

Alunos participam da 2ª etapa do processo seletivo Caçapavanos no Mundo

Na quarta-feira (13), no Instituto Estadual de Educação, aconteceu a 2ª etapa do processo seletivo Caçapavanos no Mundo.
Participaram alunos das escolas municipais, Patrício Dias Ferreira, Augusto Vitor Costa, Dagoberto Barcellos, Inocêncio Prates Chaves e Nossa Senhora das Graças.
Na oportunidade, foram avaliadas as habilidades dos participantes como: apresentação pessoal, apresentação artística, medalhas/troféus e certificados recebidos e argumentação artística.
A comissão avaliadora foi composta pela professora Valdirana Zago, representando a Secretaria Geral, professora Fabiane de Oliveira, pela Secretaria de Educação, secretário de Cultura e Turismo, João Timótheo Machado e o representante da Egali Intercâmbios, Ricardo Reis.
O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 20 de dezembro.
Este ano os alunos selecionados irão viajar para Conterbury na Inglaterra. Durante o período de intercâmbio terão a oportunidade de fazer cursos de idiomas, conhecer pontos turísticos e realizar contato com intercambistas de todo o mundo.
O Programa Caçapavanos no mundo é uma parceria da empresa de Intercâmbios Egali com a Prefeitura Municipal de Caçapava do Sul, através da Secretaria de Educação e coordenado pelas professoras Cátia Cilene Dutra, Fabiane de Oliveira e Adriana Pereira, com apoio da coordenação pedagógica da Seduc.

Fepam lançou aplicativo que informa balneabilidade em praias gaúchas

Neste verão, o Projeto Balneabilidade apresenta novidades. A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) lançou, nesta sexta-feira (15), um site e um aplicativo com informações sobre a qualidade das águas em balneários gaúchos. Desenvolvido com o apoio da Procergs e do Corpo de Bombeiros, o serviço também oferece informações sobre as condições de segurança para banho e a previsão do tempo. 

A finalidade é modernizar e facilitar a comunicação com os veranistas. Pelo site e pelo aplicativo, será possível visualizar se as águas estão próprias ou impróprias para banho. Mesmo com a novidade, a Fepam optou por manter as tradicionais placas informativas nos locais onde as águas estiverem sem condições de banho. O serviço pode ser acessado pelo computador ou no modo web app, não sendo necessário fazer download em lojas de aplicativos. 

Os web apps são uma espécie de atalho na tela do celular e têm as vantagens de ser mais leve, não ocupar a memória, consumir menos internet e operar normalmente mesmo em lugares com pouco sinal. O serviço funciona nos sistemas Android e iOS. Para ter o aplicativo no seu celular, basta acessar o site balneabilidade.rs.gov.br e criar o atalho.  
O aplicativo também oferece, a partir deste sábado (16), as condições de segurança para o banho de mar no Litoral Norte e Sul, nos locais onde é feito o monitoramento da qualidade da água. Divulgadas pelos Bombeiros, as informações obedecem ao mesmo critério de cor das bandeiras utilizadas nas guaritas dos guarda-vidas: verde para banho praticável, amarelo para banho com riscos relativos e vermelho para banho desaconselhável. O serviço ainda fornece informações de meteorologia, com a previsão do tempo, a temperatura e a velocidade do vento - nos pontos onde é verificada a balneabilidade.

Primeiro relatório
A Fepam divulgou, nesta sexta-feira (15), o primeiro relatório de balneabilidade das praias do Rio Grande do Sul. O boletim aponta que quatro dos 79 balneários monitorados estão com águas impróprias para banho. Todos os balnenários nessa situação estão localizados em águas interiores. São eles: Praia de Passo Real, em Dom Pedrito; Balneário Passo do Umbu, em São Vicente do Sul; Balneário Nova Palma, em Nova Palma; e Lagoa do Peixoto, em Osório.
O Projeto Balneabilidade deste verão terá duração de 16 semanas. O monitoramento analisa balneários em 40 municípios do Litoral Norte, Médio e Sul e das Regiões Hidrográficas do Guaíba e do Uruguai. As coletas e análises são feitas pela Fepam e pela Corsan. Os resultados das análises da qualidade da água serão divulgados nas sextas-feiras, a partir desta sexta-feira (15) até 2 de março de 2018. 

Os boletins são elaborados com base nos resultados das informações obtidas em cinco coletas obtidas nas semanas anteriores. Para analisar as condições bacteriológicas nas praias e balneários, são utilizados os parâmetros coliformes termotolerantes e escherichia coli, que indicam contaminação fecal, além da contagem de cianobactérias, organismos que podem causar intoxicações. 

Os critérios do projeto consideram duas categorias de balneabilidade para águas doces, salobas e salinas: próprias ou impróprias para banho. São consideradas próprias quando os resultados de quatro ou mais das últimas cinco amostras coletadas no mesmo local constatarem quantidade de coliformes termotolerantes igual ou menor de mil ou quantidade de escherichia coli menor ou igual de 800 por cem mililitros. 

São impróprias quando os resultados de uma ou mais das últimas cinco de amostras coletadas no mesmo local constatar mais de mil coliformes termotolerantes ou mais de 800 Escherichia coli por cem mililitros, ou ainda, quando o valor obtido na última amostra for superior a 2,5 mil coliformes termotolerantes ou 2 mil escherichia coli por cem mililitros. 

Texto: Maurício Tomedi/ Ascom Sema
Edição: Léa Aragón/ Secom

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Prefeitura entrega na Câmara o orçamento do município para 2018

Na tarde desta sexta-feira, dia 15, a Secretaria da Fazenda realizou na Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul, uma audiência pública de apresentação do orçamento do município para 2018, que está estipulado em R$ 102 milhões.
Na sequencia, o Prefeito Giovani Amestoy protocolou na casa Legislativa o projeto de lei do orçamento, que deve ser analisado e votado pelos vereadores nas próximas sessões. O Prefeito foi recebido pelo Vice Presidente da Câmara, o Vereador Marquinhos Vivian (PMDB), que já encaminhou o orçamento para distribuição e para parecer da Comissão de Constituição e Justiça e Comissão de Finanças e Orçamento da casa.
O Prefeito estava acompanhado da Secretária Geral do Município, Cassia Freitas, que será a responsável pela interlocução da Prefeitura com o Poder Legislativo.
O orçamento do município para 2018 está estipulado em R$ 102 milhões, divididos entre as 10 Secretarias existentes, o Gabinete do Prefeito e a Câmara Municipal. Confira a divisão:
Gabinete do Prefeito – R$ 1,7 milhão
Secretaria Geral – R$ 1,065 milhão
Secretaria de Planejamento – R$ 1,8 milhão
Secretaria de Administração – R$ 4,9 milhões
Secretaria da Fazenda – R$ 3,2 milhões
Secretaria de Cultura e Turismo – R$ 898 mil
Secretaria de Obras – R$ 9,9 milhões
Secretaria de Educação – R$ 31,9 milhões
Secretaria de Saúde – R$ 18 milhões
Secretaria de Agropecuária – R$ 1,5 milhão
Secretaria de Assistência Social – R$ 3,7 milhões
Encargos Gerais – R$ 1,5 milhão
FAPS -  R$ 15,6 milhões
FASM – R$ 2,1 milhões
Câmara Municipal – R$ 3,5 milhões

Total – R$ 102 milhões

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Comissão de Educação faz nova vistoria na Creche da Vila Henriques

Na tarde desta quarta-feira, dia 13, a Comissão de Educação da Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul, formada pelos vereadores, Márcia Gervásio, Silvio Tondo e Marquinhos Vivian, estiveram vistoriando novamente a Creche da Vila Henriques que está com as obras paralisadas.
Segundo os Vereadores, as obras da creche estão novamente paralisadas e o local está abandonado durante o dia, porque a vigilância é somente durante a noite. “Estivemos no local de manhã, e de tarde e encontramos totalmente abandonado, já com sinais de vandalismo, como vidros quebrados e algumas pichações. Em janeiro a atual administração tirou os funcionários da Prefeitura que trabalhavam no local, alegando inconformidades na obra. Em agosto, após viagem a Brasília, a Prefeitura resolveu retomar o trabalho e colocou funcionários do município para terminar a obra, mas no momento a construção está abandonada e o vandalismo já iniciou”, disse o Presidente da Comissão, Marquinhos Vivian.
Os vereadores informaram ainda, que a Secretaria de Planejamento informou que no dia 30 de dezembro de 2017 a creche estaria pronta e entregue para a Secretaria de Educação iniciar o ano letivo em fevereiro de 2018. “O Executivo esteve na creche no dia 11 de agosto para anunciar que os funcionários da Prefeitura iriam retomar o trabalho no local, com mão de obra própria. O material seria comprado. No local, a Secretaria de Planejamento passou a informação à imprensa, de que no dia 30 de dezembro deste ano a creche estaria pronta. A notícia foi vinculada em todos os veículos de comunicação. Diante desta declaração do prazo de conclusão da obra é que a comissão esteve aqui para vistoriar e fazer um relatório a Administração Municipal”, declarou a vereadora Márcia Gervásio.

A Comissão fará um relatório da visita e entregará a Prefeitura, além da solicitação de informações sobre os novos procedimentos que serão adotados para terminar a obra. “A intenção da Comissão é ajudar a Prefeitura a solucionar este problema, por isso, que vamos fazer este relatório e nos colocarmos a disposição para ajudar no que for necessário”, disse Silvio Tondo.

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Empresário constrói pracinha ao lado do ginásio da Promorar

O presidente da Câmara Ricardo Rosso e o vereador Paulo Pereira participaram na quarta, (13) da inauguração da pracinha na Promorar. O local onde os brinquedos foram instalados fica ao lado do ginásio da comunidade. A iniciativa foi do empresário Marcelo Spode, que já revitalizou outras praças da cidade.
Segundo o empresário, o investimento foi de R$ 10 mil, alguns brinquedos foram fabricados na Inducal e outros foram comprados. No local foram espalhadas duas cargas e meia de arreia para a segurança das crianças. A madeira utilizada recebeu tratamento para ter durabilidade.
Rosso parabenizou a ação do empresário e do poder público e ressaltou que têm um carinho grande pelas pessoas da comunidade.
Participaram da abertura da praça, o prefeito Giovani Amestoy, o vice Luis Guglielmin, a secretária de Educação Leslie Maicá, assessores, moradores e alunos da Emei Dionéia Soares. 

Ministério da Saúde anuncia aumento na verba para Oncologia de Cachoeira

Um dos maiores dramas da saúde dos 12 municípios da região que são atendidos por Cachoeira do Sul na questão da Oncologia, parece ter tido um capítulo final nesta terça-feira, dia 12, após o anuncio de aumento de recursos do Ministério da Saúde.
Os repasses que eram de R$ 133 mil passarão, a partir da publicação da portaria do Ministério da Saúde, para R$ 363 mil. " Estou aliviadíssimo", comemorou o Prefeito de Cachoeira do Sul, Sergio Ghinatti.
Segundo o Prefeito da cidade vizinha, o HCB gasta em média por mês cerca de R$ 350 mil para atender os pacientes de 12 municípios, inclusive Caçapava do Sul, com isso, essa diferença estava sendo paga por Cachoeira do Sul até o mês de novembro, mas já a partir de dezembro o HCB faria fila para o atendimento dos pacientes das outras cidades. 
Com o aumento da verba para a Oncologia, os municípios não precisarão mais pagar a diferença e a partir da publicação da portaria o atendimento volta ao norma, por livre demanda.
Segundo o Jornal do Povo de Cachoeira do Sul, a confirmação da elevação do teto da Oncologia foi dada pelo Deputado Federal, José Otávio Germano, que é natural de Cachoeira do Sul. Em contato com o jornal local na manhã desta quarta-feira, dia 13, José Otávio contou que esteve reunido com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros até as 21h desta terça-feira.
O Jornal do Povo também relatou que o Deputado foi o principal trunfo da Prefeitura de Cachoeira do Sul por sua proximidade com o Ministro da Saúde.

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Moradores pedem compreensão aos motoristas quanto ao trânsito na Silva Jardim

Há duas semanas, iniciou as obras de pavimentação da rua Silva Jardim, no centro de Caçapava do Sul. Com isso, os moradores da quadra que está recebendo o calçamento se uniram para pedir a compreensão dos motoristas e evitar o trânsito na rua enquanto a obra não termina.
Segundo os moradores, mesmo a rua estando interrompida muitos motoristas passam com os veículos em cima do pavimento que ainda não está concluído, prejudicando o trabalho da empresa. Desta forma, os moradores colocaram pedras de paralelepípedo  na tentativa de impedir o trânsito de veículos no local onde já está calçado.
A Obra está sendo executada no valor de R$ 250 mil, oriunda de uma emenda parlamentar de 2015 do Deputado Federal Paulo Pimenta, através do Vereador Luis Fernando Torres.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Pua de Ouro foi a atração do final de semana em Caçapava do Sul

Neste sábado (09) e Domingo (10) aconteceu o 9º Pua de Ouro promovido pela Associação de Trovadores Ruy Freitas, através do programa Pró-Cultura - RS, do Governo do Estado. O evento aconteceu nos dias 09 e 10 de dezembro de 2017, na sede do CTG Sentinela dos Cerros.
O Festival contou com trovas nos estilos campeira, martelo e Gildo de Freitas e shows com Tchê Bailanta, Glauber e Cleber Brito, Grupo Folclórico Chalandra e Nilton Ferreira.
Prestigiaram o evento o presidente da Câmara de Vereadores Ricardo Rosso, vereador Paulo Pereira, vereador Mariano Teixeira, secretário de Cultura e Turismo João Timótheo Machado e o secretário adjunto de Cultura e Turismo Erni Rocha.
Confira abaixo a premiação:

Trova Campeira

1º lugar - Elisandro Chaves
2º lugar - Turco Chaves
3º lugar - Luciano Quines
4º lugar - Aldori Tito

Trova de Martelo

1º lugar - José Estivalet
2º lugar - Arai Goulart
3º lugar - Volney Correa
4º lugar - Roger Chaves

Trova Gildo de Freitas

1º lugar - Leôncio Amaral
2º lugar - Doeli Valente
3º lugar - Cravinho
4º lugar – Diomar Almeida

domingo, 10 de dezembro de 2017

Incêndio nas Minas do Camaquã foi controlado pelos Bombeiros e pela população

O Incêndio na região das Minas do Camaquã que assustou os moradores desde a noite de sábado e durante todo o domingo, foi controlado pelo Corpo de Bombeiros e pela população por volta das 17h.
Durante todo o domingo, Os Bombeiros de Caçapava do Sul e da região lutaram contra as chamas que aumentavam a cada minuto devido ao calor e o vento. A população também ajudou a controlar as chamas e evitar que o foqo atingisse as casas.
Servidores do Município também estiveram na região para ajudar no mutirão contra o fogo. O Prefeito Giovani Amestoy e a Secretária Geral, Cassia Freitas, passaram a tarde nas Minas para coordenadar ações junto com os Bombeiros.
De acordo com a Prefeitura Municipal, moradores disseram que o incêndio teria sido criminoso e começou na noite de ontem (09). Ao todo, o incêndio se alastrou por mais de 5 hectares.
"O fogo começou ontem a noite, perto do CTG de Pedra, e o Chiquinho, Martiel, Ronaldo, Lúcia e seu Paulo ficaram até as 3h30 da manhã, com baldes, enxada e lanternas tentando apagar", disse a moradora Aurea Guterres.
Segundo ela, o local sempre tem queimadas, mas incêndios como este, de grande proporção, é a segunda vez que ocorre. Enquanto falava com a reportagem, carregava, junto a outras dezenos de moradores, baldes de água e mangueira contra o fogo.
A moradora Elizete Rodrigues colocou vídeos em redes sociais mostrando o fogo se alastrando e reclamando da demora dos Bombeiros para se deslocaraem até o local. Os moradores entraram em contato com os bombeiros no sábado, mas eles estavam em outra ocorrência, disse um dos Bombeiros que participou da ação.
A Corsan enviou duas equipes para a região, com o objetivo de auxiliar os Bombeiros no reabastecimento da água usada para apagar o fogo. As equipes da Corsan devem permanecer no local para auxiliar os moradores no abastecimento da água até as residencias, porque a região está com problemas de energia elétrica devido ao incêndio.
A Prefeitura informou que na segunda-feira, dia 11, deve retornar as Minas para auxiliar os moradores.

Bombeiros são chamados para tentar conter incêndio na região das Minas do Camaquã

Foto: Guaicira Pavão e Elizete Rodrigues

No início da manhã deste domingo, dia 10, um incêndio teve início da região das Minas do Camquã, interior de Caçapava do Sul. O fogo ficou concentrado em uma floresta de eucalipitos no início da manhã, mas o calor e o vento espalhou as chamas pelo mato e está atingindo grande proporções nesta tarde.
Os moradores chamaram o Corpo de Bombeiros que já está no local tentando conter as chamas que se espalham rapidamente. Servidores da Prefeitura também estão no local para ajudar. Os relatos são de moradores das Minas que começam a ficar preocupados pelo avanço das chamas.
A fumaça pode ser vista do centro da cidade das Minas, atrás do Cine Rodeio. A moradora Elizete Rodrigues está acompanhando o incêndio e atualizando as informações através de seu facebook.
Não está descartado o auxílio dos Bombeiros das cidades vizinhas para tentar conter o incêndio. Na sequencia mais informações sobre o incêndio na região das Minas do Camaquã.

Brigada Militar de Caçapava prende homem suspeito de furto e receptação

Na tarde deste sábado, 09 de dezembro de 2017, por volta das 16h40min, a Guarnição de Serviço da Brigada Militar de Caçapava do Sul recebeu uma denuncia anônima através do telefone 190, informando que um indivíduo em atitude suspeita estaria trafegando em um veículo VW/ Parati, a qual em consulta ao sistema da Secretaria de Segurança Pública constatou-se estar em situação de furto ocorrido no município de Santa Maria.
Ao tomar conhecimento que o veículo deslocava pela avenida Presidente Kennedy, no Bairro Batista, a BM se deslocou imediatamente ao endereço denunciado, sendo que durante a averiguação localizou o suspeito furtando duas baterias de um caminhão próximo a um Posto de Combustível.
Devido aos fatos foi dada voz de prisão a T.S. de O., de 25 anos, natural de Santa Maria, cidade onde é conhecido pela prática de diversos crimes, principalmente furtos, furtos de veículos e receptação. No momento da prisão o suspeito resistiu e investiu contra os Policias Militares que utilizaram moderadamente da força para terminar com  as agressões e imobilizar.
Após o suspeito foi encaminhado juntamente com os objetos apreendidos até a Delegacia de Polícia local, onde foram apresentados e o fato registrado como flagrante.
Após os tramites legais T.S. de O foi conduzido até o Presidio Estadual de Caçapava do Sul onde permanecerá à disposição da Justiça.
Fonte: Brigada Militar

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Secretária de Assistência Social pede afastamento do cargo, após repercussão de vídeo


Fonte: farrapo.rs

Após a repercussão do vídeo publicado na internet sobre a suspeita de comercialização de produtos dentro da Secretaria de Assistência Social, a secretária de Assistência Social, Maria Tereza Macedo, pediu afastamento do cargo.
O pedido foi feito na tarde desta sexta-feira, dia 8. Como ela faz parte do quadro de Cargos de Confiança (CC), o pedido equivale à exoneração. 
O secretário geral, Ney Tavares, irá assumir como secretário de Assistência Social no período de afastamento de Maria Tereza Macedo. 
Quem assume a secretaria geral neste período é a chefe de gabinete do Executivo, Cássia Freitas.
Na segunda-feira, dia 11, o prefeito irá na Secretaria de Assistência social para tomar conhecimento dos funcionários que teriam participado da comercialização e poderá afastá-los.

Vídeo sobre suposta comercialização dentro de órgão público vira polêmica na cidade

reportagem: Farrapo.rs

Um vídeo publicado em uma rede social nesta sexta-feira, dia 8, está gerando polêmica em Caçapava do Sul. A gravação, feita na quinta-feira, dia 7, mostra uma suposta comercialização de produtos dentro da Secretaria de Assistência Social. 
Os produtos são de origem de apreensões da Receita Federal, que repassou a Prefeitura Municipal, entre eles: brinquedos, eletrônicos e roupas. Foram avaliados em R$ 75 mil e seriam doados pela Prefeitura a entidades do município.
A vereadora registrou o caso na Delegacia de Polícia. Segundo o delegado Fabricio Conceição, foi instaurado inquérito para investigação.

O que a vereadora disse sobre o caso
“Na quarta, à noite, recebi uma denúncia que me chocou como cidadã: um vídeo que mostra produtos apreendidos pela Receita Federal do Brasil e doados ao município para ações beneficentes de final de ano, sendo comercializados, supostamente, de maneira ilegal, dentro de um órgão público: a própria Secretaria de Assistência Social.
É comum a Secretaria de Assistência Social requisitar esse tipo de material para que seja doado às famílias em situação de vulnerabilidade ou entregues a entidades sociais para a realização de brechós. Vender esses produtos estaria dentro da lei, caso a secretaria tivesse feito uma licitação, na modalidade de leilão público, porém, como mostra o vídeo não foi isso que aconteceu. 
Na quinta-feira, fui até a Receita Federal, procurei entender o que estava acontecendo e saber da veracidade. Também me informei sobre quais produtos foram doados e a quantidade.
Devido à gravidade do fato, o material foi encaminhado às autoridades competentes e registrado boletim de ocorrência. Fica a cargo das autoridades investigar os fatos e tomar providências”, contou Marcia Gervasio em seu perfil em uma rede social.

Prefeito Giovani Amestoy falou sobre o caso nesta sexta-feira, dia 8 (Foto: Eduardo Schneider/Farrapo)
Coletiva de imprensa
O prefeito Giovani Amestoy marcou uma coletiva de imprensa para falar sobre o assunto na tarde desta sexta-feira, 8. Disse que ficou surpreendido com a denúncia: “Tive conhecimento sobre a denúncia ontem (7). Conversei com a secretária de Assistência Social, Maria Tereza Macedo e fiz um ofício questionando se houve a venda de produtos doados pela Receita Federal. Ela (secretária) me disse que houve comercialização, mas que não sabia que era ilegal. Ou seja, houve uma falha na forma como estes produtos foram comercializados”.
O prefeito afirmou que fez um ofício solicitando abertura de sindicância para investigar o caso. Também salientou que não compactua com este tipo de ação dentro de um órgão público. 
Sobre o vídeo publicado em uma rede social, o prefeito disse que não assistiu e quanto a atitude da vereadora, falou que ela não procurou a administração antes de fazer a publicação nas redes sociais: “Ela está na função dela. É uma forma dela atuar”.
O gestor falou que ao todo, R$ 2 mil teriam sido comercializados. “Este valor é o que estimamos. Os itens vendidos estão sendo buscados, bem como os valores pagos devolvidos as pessoas”.

Confira o vídeo publicado pela vereadora

 Por farrapo.rs

Vereador pede parceria entre Santana e Caçapava para atendimento médico nas Minas

Na sessão da Câmara desta semana, o vereador Mariano Teixeira (PP) aprovou um requerimento solicitando ao Poder Executivo, que realize uma parceria entre os municípios de Santana da Boa Vista e Caçapava do Sul para o atendimento médico no posto de saúde das Minas do Camaquã.
Segundo o vereador, na localidade das Minas do Camaquã residem pessoas de Caçapava e Santana, com isso, seria mais justo que o atendimento médico fosse dividido entre os dois municípios. “ A minha sugestão é que a cada 15 dias o posto de saúde da comunidade tenha atendimento médico, utilizando um profissional de Caçapava e no próximo intervalo de 15 dias um médico de Santana da Boa Vista”, disse Teixeira.

Atualmente o atendimento médico na unidade é feito uma vez por mês, mas de acordo com o vereador, se o Executivo aceitar esta sugestão os atendimentos poderão ser quinzenal, beneficiando um número grande de pessoas. “ Muitos moradores das Minas já me procuraram para fazer esta reivindicação, já que o atendimento mensal do médico está sendo insuficiente”, finalizou

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Projeto Ler Puro Prazer lança o livro Caminho Encantado

Está marcado para sexta-feira, dia 8 de dezembro, na churrascaria Rodeio, o lançamento do livro: Caminho Encantado, produzido pelos alunos do quarto ano do Colégio Coeducar, sob a orientação da professora Rosângela Casanova. O jantar é por adesão e o livro, que custa R$ 23,00, estará a venda no local.
O Projeto Ler Puro Prazer é desenvolvido pela professora há 14 anos, é um trabalho que envolve além da produção textual e poética, desenvolve o gosto pela leitura, a capacidade de síntese além de despertar a vontade para contar e recitar histórias e poemas. “De março a outubro trabalhamos muito com a produção de texto, mas também desenvolvemos o gosto pela leitura, que é um dos principais objetivos do projeto”. Ao final de cada ano letivo, o resultado do projeto é consolidado em um livro, elaborado pelos alunos. O Caminho Encantado é o 14º livro do projeto que reúne a sensibilidade da escrita dos pequenos autores, que tem entre nove e dez anos de idade.
O desenvolvimento do projeto conta com o apoio da direção da escola. “A nossa diretora, Rosane Miolo dos Santos acompanha desde a largada até o final das atividades”.

“A cada lançamento de livro é uma emoção muito grande, é muita responsabilidade pois trabalhamos o ano inteiro e quando vemos o resultado é muito gratificante. Este ano contamos com o trabalho de montagem do livro da Editora Pampa, do Daniel Miranda, que deu muita tranquilidade e o resultado final ficou excelente”, finaliza a professora.

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Lista de espera das cirurgias eletivas vem diminuindo no município desde 2016

O Hospital de Caridade Dr. Victor Lang deixou de realizar cirurgias eletivas pagas pelo Estado em 2015. O motivo foi à falta de repasse como complemento ao Hospital para a realização dos procedimentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), conforme explica a regulação, responsável pelo agendamento de consultas da Secretaria de Saúde.
As cirurgias eletivas feitas no Hospital local são de convênios, particular, ou pagas pelo Município quando necessário e disponibilizada, porque os valores pagos pelo Estado são para cirurgias de emergência e partos.

“Desde 2016, há uma lista de espera, que vem reduzindo, gradativamente, pois o hospital de Porto Alegre, a pedido da Coordenadoria Regional de Saúde, passou a atender a realização de alguns procedimentos eletivos de nosso município”, disse Maria Geni, servidora da regulação.

Daiane Marques, que também é servidora da regulação, informou que a lista de espera para cirurgias gerais são de 75 pessoas e de geral adulto 66 pessoas para procedimentos como cirurgias pediátricas, de vesícula, hérnia, varizes entre outros como traumatologia.

“Nosso trabalho para otimizar a fila é investir na realização de um cadastro com o máximo de informações dos pacientes e procedimentos realizados, que vem sendo implantados, otimizando o tempo na fila de espera”, disse Marques.

Segundo Zoila Dias, a Secretaria está fazendo um levantamento de gastos médio com os passageiros que se deslocam mensamente para a realização destas cirurgias para um estudo da atual gestão.


No Brasil, SUS tem 904 mil cirurgias eletivas na lista de espera
Levantamento do Conselho Federal de Medicina (CFM) aponta que pelo menos 904 mil cirurgias eletivas estão pendentes no Sistema Único de Saúde (SUS) em diferentes estados e municípios do país. A informação foi divulgada pela Agência Brasil nesta semana.

As cirurgias eletivas não são de urgência ou emergência. O estudo, feito pela primeira vez pelo conselho, mostra que do total pelo menos 746 procedimentos cirúrgicos estão na fila de espera há mais de dez anos e 83% dos pedidos foram apresentados a partir de 2016. O Ministério da Saúde informou que desde maio passou a adotar o sistema de fila única para organizar a demanda. 

A pesquisa traz dados enviados pelas secretarias de saúde de 16 estados e dez capitais até junho deste ano. Outros sete estados e oito capitais não enviaram informações, alegando não tê-las disponíveis ou por negativa de acesso aos dados. Por ser o primeiro levantamento desse tipo, não há dados dos anos anteriores. A pesquisa contabiliza o número de procedimentos agendados, e não o número de pacientes na fila.


Catarata
Na lista de espera, a maioria dos pedidos de cirurgias é de catarata, hérnia, vesícula, amígdalas e adenoide, além de cirurgias ortopédicas. Os estados de Minas Gerais, São Paulo, Goiás e Ceará apresentaram o maior número de cirurgias pendentes. Entre as capitais e estados que disponibilizaram informações de perfil dos usuários, as mulheres representam 67% dos pacientes que aguardam algum tipo de procedimento especializado.

Angelita Máximo dos Santos, 53 anos, de Maceió, espera desde junho por um procedimento no olho. Depois de fazer pela rede pública uma cirurgia de catarata, ela teve piora no quadro de sua visão e foi encaminhada pelo médico para realizar um procedimento de lavagem da lente colocada na primeira cirurgia.
Com dificuldades para enxergar, Angelita teve que deixar o trabalho de doméstica e cuidadora de idosos, o que acabou reduzindo a renda mensal familiar. “Ele [o médico] disse que não podia passar os óculos, porque eu não estava vendo nada, então eu tinha que esperar a lavagem da lente e nunca ninguém ligou. Aí eu estou esperando”, relatou Angelita.

Médicos alertam que a demora na realização de determinado procedimento é decisiva no sucesso de um tratamento. O representante do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), Cristiano Caixeta, explica que a demanda por procedimentos nos olhos tem crescido devido ao envelhecimento da população, entre outros fatores. E a demora para atender todas as solicitações nem sempre está relacionada à falta de profissionais especializados. 

Já Mauro Ribeiro, presidente em exercício do CFM, defende políticas integradas entre os entes federados. “O número de pacientes que precisam dos procedimentos e não tem acesso ao Sistema Único de Saúde é imenso. Tanto os dados do Ministério [da Saúde], quanto os dados do Conselho Federal de Saúde são subestimados, muito aquém da realidade. [….] É necessário que o governo federal estabeleça políticas públicas com os estados e municípios para poder organizar o sistema e dar acesso a esses pacientes ao sistema de saúde”, disse. 


Ministério da Saúde
O Ministério da Saúde informou que, em julho deste ano, foi fechada a primeira lista para cirurgias eletivas no SUS. A lista identificou pouco mais de 667 mil pacientes aguardando por algum procedimento eletivo no país. O ministério ressalta que em maio deste ano adotou o sistema de lista única para organizar a rede de saúde e diminuir a fila de espera. O novo sistema tem o objetivo de centralizar as demandas em um único cadastro e ampliar as possibilidades de atendimento do paciente para outros hospitais de sua região.

De acordo com o levantamento do CFM, o SUS realizou no ano passado mais de 1,5 milhão de cirurgias eletivas. O número é inferior aos anos de 2015, que registrou 1,7 milhão de cirurgias; e 2014, com o total de 1,8 milhão, com base em dados do sistema de informação do Ministério da Saúde.

O Ministério da Saúde divulgou na semana passada balanço parcial de 2017, que mostra crescimento de 39% no número de procedimentos realizados na rede pública entre janeiro e setembro, mês que registrou mais de 150 mil cirurgias. 

A pasta informou ainda que o governo federal repassa de forma regular mensalmente recursos de média e alta complexidade a todos os estados e municípios e ainda dispõe de R$ 250 milhões em valores extras que poderão ser liberados para os gestores locais. Cerca de R$ 41,6 milhões já foram liberados este ano para a realização de mutirões.

Ministério Público pede fiscalização da Câmara quanto aos PPCIs das escolas

Foto: Arquivo

Na última semana, o Ministério Público de Caçapava do Sul, através do Promotor Diogo Taborda, enviou um ofício ao Poder Legislativo cobrando uma fiscalização dos vereadores quanto aos Planos de Prevenção Contra Incêndios (PPCIs) das escolas municipais, cujo os prazos dados ao Executivo para adequação estão se extrapolando.
O Promotor deu o prazo de 30 dias para a Comissão de Educação da Câmara apresentar um relatório do andamento deste processo, conforme uma notificação do Corpo de Bombeiros ao Município em vários datas. No documento os Bombeiros informaram ao Ministério Público que já tiveram reuniões com o Executivo este ano para cobrar uma posição sobre os PPCIs das escolas e uma atualização dos projetos conforme as mudanças na lei. Mas como a corporação ainda não recebeu retorno do município, notificou o MP, que solicitou uma fiscalização do Legislativo neste ponto.
Com este ofício, a Comissão de Educação fez um pedido de informação a Prefeitura solicitando atualização sobre o andamento destes processos para encaminhar ao MP. "Temos que agilizar este processo para evitar que medidas mais drásticas sejam tomadas pelos Bombeiros, principalmente nas EMEIs, onde as alterações são pequenas. Essas medidas valem também para os prédios públicos do município e do Estado, mas no caso da Comissão de Educação da Câmara a fiscalização será feito na sua jurisdição, que são os prédios municipais”, disse a Vereador Márcia Gervásio.
“ Em 30 dias vamos responder ao MP sobre o andamento dos projetos de PPCIs das escolas e acompanhar o andamento deste processo que deve ser feito pela Secretaria de Planejamento do Município em parceria com a Secretaria de Educação”, disse Silvio Tondo, membro da Comissão de Educação.

Vereadores ainda manifestam preocupação com o atendimento da Oncologia

Na última sessão da Câmara, alguns vereadores se manifestaram demonstrando ainda muita preocupação com o atendimento de Oncologia para os pacientes de Caçapava, que são atendidos em Cachoeira do Sul.
A preocupação dos vereadores é principalmente pelas últimas notícias vinculadas na imprensa de Cachoeira do Sul, informando que em virtude do acordo não acontecer entre os municípios referenciados para pagar a diferença do valor, o atendimento pela primeira vez terá fila para os pacientes, não será mais de livre demanda como acontecia antes, onde no final do mês pagava o valor correspondente aos atendimentos.
Segundo a imprensa de Cachoeira do Sul, o município vizinho continuará pagando o excedente  para os seus pacientes,  sem fila, mas os outros municípios, inclusive Caçapava do Sul, terão o atendimento restrito ao valor pago pelo Governo Federal, que hoje é de R$ 22 mil para atender a população de Caçapava. Quando chegar neste teto o Hospital HCB passa o paciente para a fila e o atendimento será no próximo mês.
Se após chegar no teto de atendimento em Cachoeira pela HCB, mas o município de origem do paciente precisar enviar a pessoa com urgência, a própria Secretaria de Saúde deve fazer a regulação no Estado para encaminhamento a outro Hospital do Estado, ou enviar pelo Consórcio, mas isso é uma gestão de cada município.
“ Estou muito preocupado com a Oncologia, porque as notícias que recebemos da imprensa de Cachoeira não são boas para nós, onde os pacientes de Caçapava serão atendidos no HCB até o teto de R$ 22 mil e após terá uma fila ou enviar este paciente para regulação do Estado. Acredito que o pagamento pelo consórcio para este atendimento seja legal sim, o que está faltando é uma ação maior dos municípios”, disse Boca
Atualmente a União repassa para Cachoeira do Sul, o valor de R$ 133 mil para custear o atendimento de Oncologia no HCB, mas o valor gasto mensalmente chega a R$ 400 mil. Esta diferença que estava sendo negociada com as 11 Prefeituras referenciadas.
“Após esta notícia na imprensa de Cachoeira do Sul que em dezembro já teremos fila para este atendimento, é motivo de preocupação para todos nós, esperamos que o Executivo com a ajuda da Câmara resolva este problema, porque as demandas na demora deste atendimento já começou a chegar no Legislativo”, disse o Presidente da Comissão de Saúde, Marquinhos Vivian







terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Projeto de Lei Ficha Limpa Municipal é aprovado pela Câmara

O projeto de lei do vereador Mariano Teixeira (PP), Ficha Limpa Municipal é aprovado pela Câmara. O projeto prevê que para ocupar um cargo público, de secretário municipal, presidente de um conselho ou outro cargo de confiança, é preciso ter Ficha Limpa.
Isso significa que quem for ocupar o cargo não pode ter no currículo uma condenação, seja por crimes aos cofres público, crimes eleitorais, crimes ambientais, abuso de autoridade, lavagem de dinheiro, crimes equivalentes à escravidão, crimes contra a vida e a dignidade sexual, demitido do serviço público, entre outras tipificações.
“A Lei da Ficha Limpa aprovada na esfera federal já garante que políticos condenados não possam se candidatar (nem governar). Então, nada mais justo que qualquer pessoa nestas mesmas condições também seja impedida de comandar uma secretaria ou assessorar um gestor, por exemplo,” explica o vereador.
De acordo com o Projeto, se por acaso hoje já tiver “Fichas Sujas” com cargos na Prefeitura ou na Câmara Municipal, não tem problema, com a aprovação do Projeto, o Prefeito e ou Presidente da Câmara ficam obrigados a demitirem essas pessoas e a nomear gente honesta que realmente quer o bem da cidade.
De acordo com Mariano, a Lei da Ficha Limpa, mostrou-se como exemplo do exercício da cidadania, na medida em que demonstrou a insatisfação do povo com a permanência de pessoas com condenações judiciais na gestão de cargos públicos. Dessa forma, entende-se como legitima a utilização dos mesmos critérios em âmbito municipal para evitar o acesso dos chamados "fichas sujas” aos cargos em comissão.
“Trata-se de um passo para proteger a integridade administrativa e a moralidade no exercício das funções públicas. Estamos passando a política a limpo”, destaca o vereador.

Secretário de Obras participa de reunião com os vereadores para debaterem a pasta

Na manhã desta terça-feira, dia 05, o Secretário de Obras do Município, Paulo Henriques, esteve na Câmara Municipal para uma reunião com todos os vereadores, onde debateram os principais problemas enfrentados pela pasta e um cronograma de trabalho da Secretaria para atender o interior e cidade. A presença do Secretário foi uma solicitação do Vereador Mariano Teixeira.
A reunião iniciou com o Secretário explanando as suas principais demandas e as realizações ao longo deste ano, além de relatar os problemas enfrentados, principalmente pela extensão do município e a estrutura pequena para atender a todos.
Os vereadores questionaram o Secretário sobre um planejamento do serviço, ou um cronograma de trabalho, no qual Henriques relatou que é complicado fazer um planejamento a longo prazo por causa do tempo e da demanda, onde ao longo dos anos o agronegócio cresceu muito e a estrutura da Secretaria é pequena para atender todos.
Sobre ir em uma localidade e não terminar toda a região, o Secretário justificou a necessidade de atender várias localidades ao mesmo tempo, principalmente pelos últimos temporais que castigaram o interior este ano.

No final, Henriques passou aos vereadores um relatório das suas atividades e as localidades que estão trabalhando.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Empresa Mascoti inaugurou nova loja em Caçapava do Sul neste domingo

Na tarde deste domingo, dia 03, a empresa Mascoti (Pet Shop) inaugurou a sua nova loja em Caçapava do Sul, ampla e moderna para atender os seus clientes e colaboradores.
A nova loja está localizada na rua XV de novembro, 1050, e está preparada para receber em média 50 pequenos animais por dia, tanto para banho e tosa, quanto para atendimentos veterinários. O espaço abriga ainda venda de rações, medicamentos para os animais e pequenos utensílios para o bem estar do animal doméstico.
Durante a inauguração, a proprietária da empresa, Clarisse Torres Lopes, apresentou aos clientes e amigos todas as instalações da nova loja, com um aumento significativo na área para o atendimento dos animais, principalmente para o banho e tosa, além do consultório para o médico veterinário. Todas as peças são climatizadas.

sábado, 2 de dezembro de 2017

Projeto sementes Crioulas da ETERRG é destaque no Concurso Sementes para o Amanhã

Em desenvolvimento desde 2014 por alunos e professores do Ensino Médio Integrado ao Curso Técnico em Agropecuária da ETERRG, o Projeto Sementes Crioulas neste ano letivo (2017), numa parceria com Escolas Municipais do Campo, está investindo na formação de guardiões mirins de sementes e assim garantir a continuidade do trabalho para os próximos anos.
Na Escola Técnica Estadual Dr. Rubens da Rosa Guedes (ETERRG), o trabalho é coordenador pelas professoras Ana Flávia e Francelina Vasconcelos.
Após ser classificado entre os 25 finalistas, disputando com mais de 1.300 trabalhos, o projeto passará pela avaliação de uma comissão especializada e também submetido a jure popular.
Para escolha popular, as pessoas podem votar no melhor trabalho através  do site www.respostasparaoamanha.com.br
A direção da escola e os professores coordenadores do projeto e os alunos estão pedindo que os caçapavanos entrem no site e votem no trabalho da ETERRG e assim garantir a continuidade do projeto.

Neste domingo acontece a tradicional festa de Santa Bárbara em Caçapava

Neste domingo, dia 03, acontece na localidade da Colônia Santa Bárbara, interior de Caçapava do Sul, a tradicional festa de Santa Bárbara.
Segundo os organizadores, as 10h30min será realizada a missa na capela da comunidade e a procissão começa as 12h. Na sequencia, haverá churrasco no almoço, com saladas, bebidas, doces e uma copa para atender as centenas de pessoas que irão participar desta grande festa.
O evento terá ainda show com o conjunto musical, Vaqueandos da Querência, além da apresentação musicial de Camarquinho da Fronteira e as danças da Invernadas Artísitcas do CTG Sentinela dos Cerros.
 Os Festeiros deste ano é Conselho Comunitário e a Comunidade local, já o Pároco responsável é o padre Rudinei Lasch

Caçapavano participa do sorteio dos grupos da Copa do Mundo

O Brasil terá como adversários, na primeira fase da Copa do Mundo 2018, na Rússia, pelo Grupo E, Suíça, Costa Rica e Sérvia.
A definição dos oito grupos da primeira fase foi feita nesta sexta-feira (1º), em cerimônia organizada pela Federação Internacional de Futebol (Fifa), em Moscou.
A partida de estreia da Seleção Brasileira será no dia 17 de junho, contra a Suíça, na cidade de Rostov-on-Don. Depois, o Brasil jogará com a Costa Rica, em São Petersburgo, no dia 22. E a terceira partida será disputada em 27 de junho, contra a Sérvia.
Caso o Brasil se classifique em primeiro lugar, enfrentará nas oitavas de final o segundo colocado do grupo F, formado por Alemanha, México, Suécia e Coréia do Sul. Caso se classifique em segundo lugar pelo grupo E, o Brasil terá pela frente o segundo colocado do grupo F.
Caçapavano participa do sorteio dos grupos da Copa
A cidade de Sochi será a base da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2018. O anúncio foi realizado na manhã desta quinta-feira (30) em encontro do coordenador de Seleções,  Edu Gaspar, com jornalistas em Moscou.
Durante a coletiva de imprensa, Edu ainda comentou os planos de preparação da Seleção Brasileira.
- Iniciaremos nossa preparação na Granja Comary. Quero esse último contato com nosso país, com nosso torcedor. Após isso passaremos um período em Londres antes de chegar a Sochi.
Dentre os planos para a base da Seleção em Sochi, Edu Gaspar ressaltou o bem estar da cidade, a possibilidade de receber os familiares em hotéis próximos e o plano de criar uma área de recuperação e fisioterapia para os atletas.
- Quero investir bastante na recuperação dos atletas. Preciso prepará-los bem para os jogos e recuperá-los bem para os treinamentos e para a sequência da competição.
Edu Gaspar está em Moscou junto ao técnico Tite, o supervisor Luís Vagner Vivian, o administrador Hamilton Correa e o chefe de segurança Aloísio Rocha. A comitiva da Seleção Brasileira está na capital russa para o sorteio final da Copa do Mundo.
Um dos organizadores da logística da seleção é o Caçapavano Luís Vagner Vivian, na foto junto com o técnito Tite e Edu Gaspar. 

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

APAE de Caçapava recebe a primeira doação do projeto Capô Solidário

Os pilotos Daniel Miranda e Paulo Jullian (Gugu), do Gol #5 da Equipe Surdiscar Racing, idealizadores da ação Capô Solidário, lançada  na última prova de velocidade no Autódromo Alberto Cidade, tinha como objetivo beneficiar a APAE - Caçapava do Sul.
As empresas que patrocinaram  a equipe tiveram seus logos estampados  no capô do gol e 50% do valor arrecadado foi doado para a instituição.
Na quinta-feira, 30 de novembro, o piloto Daniel Miranda e o advogado Pedro Marques Teixeira fizeram a entrega de um cheque no valor de R$ 400,00, para o presidente da APAE, Luiz Alberto Coradini.
As empresas que colaboraram com esta ação foram: Pampa Materiais de Construção, Couro & Cia, Dudu Veículos, Somer Express e a vereadora Márcia Gervásio.


“Gostaríamos de agradecer a todos que participaram desta corrente solidária e ao presidente da APAE que foi parceiro nesta ideia e a nossa equipe já está organizando novos projetos solidários em benefício das entidades”, afirmou o piloto.

Câmara realiza homenagem ao mês da Consciência Negra e a 11 personalidades

A Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul realizou nesta quinta-feira, dia 30, uma sessão solene em homenagem especial ao mês da Consciência Negra. A solenidade foi no Clube Recreativo Harmonia e cada vereador escolheu uma personalidade negra para homenagear. 
O vereador Luis Fernando Torres (Boca-PT) escolheu o desportista Roque Lane Rosa de Assis, a vereadora Márcia Gervásio (PDT) presta homenagem para uma de suas colaboradoras, Josiane Gaspar, que há 16 anos trabalha com ela na loja Feito à Mão. O policial militar aposentado Everaldo dos Santos Ferreira, é o homenageado do vereador Alex Vargas (Alex do Táxi-PMDB).
O funcionário público, Gelson Pereira, servidor da Câmara de Vereadores, é o homenageado do vereador Paulo Pereira (PDT). João Clovis da Silva Teixeira, ex-atleta profissional e servidor público é o homenageado do vereador Silvio Tondo (PP). A professora Ediomara da Silva Dias, 33 anos de Magistério, recebe homenagem do vereador Zilmar Araújo (Mano-PP).
Adão Galdino Lopes Dutra, agricultor aposentado, tropeiro, alambrador e domador, recebe a homenagem do vereador Caio Casanova (SDD). A vereadora Jussarete Vargas (PP) irá homenagear um dos sócios fundadores do Clube Harmonia, o aposentado Martin Ramires Jardim. Elma Lúcia Moraes Lopes, será homenageada pelo vereador Ricardo Rosso (PP).
O pintor Vanderlei Batista dos Santos, que desde os 7 anos de idade já acompanhava o pai Arizoli Antônio Conceição dos Santos no trabalho, é o homenageado do vereador Marco Vivian (PMDB) e Felipe Félix, ginete natural de Caçapava e conhecido no Estado e nos países vizinhos recebe a homenagem do vereador Mariano Teixeira (PP).
O Legislativo homenageou também o Clube Recreativo Harmonia, como símbolo da comunidade negra de Caçapava do Sul e na oportunidade o próprio Clube através da sua Presidente, Katia Cilene Moraes Dutra, fez uma breve apresentação sobre a entidade e os projetos futuros, principalmente de reformas e ampliação.
Na sequencia, Katia entregou ao empresário Marcelo Spode e sua esposa Cristina Spode, um título de sócio benemérito do Clube, porque a empresa Inducal foi a principal parceira da entidade no primeiro projeto de revitalização do Clube. Outras personalidade do Harmonia também receberam homenagens pelos serviços prestados.
O Presidente da Câmara, Ricardo Rosso, parabenizou todos os homenageados e agradeceu o Clube pela acolhida. “ O Legislativo sempre será parceiro das entidades de Caçapava do Sul, principalmente pela valorização da inclusão social e da União da sociedade”, disse.
O evento contou ainda com a presença do Prefeito Giovani Amestoy, a Secretária de Educação, Leslié Maicá, a diretoria do Clube Harmonia e as famílias dos homenageados.