quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Servidores do Estado protestam após governo depositar R$ 350,00

O efeito da ação e reação: após o governo do Estado depositar a menor parcela salarial desde o início da crise, funcionários públicos saíram às ruas para manifestar novamente a plena insatisfação.
A primeira parcela da folha de agosto dos servidores é de R$ 350,00. O baixo valor depositado se deve a crise fiscal, conforme explica a Secretaria Estadual da Fazenda.  A justificativa do poder público é de que se esgotaram todas as fontes de renda que o governo vinha usando para quitar a folha dos servidores.
Com pouco dinheiro para pagar as contas, servidores de diversas escolas estaduais protestaram em frente a Escola Cônego Ortiz em Caçapava do Sul. A manifestação ocorreu nesta quinta-feira, 31, por volta das 16 horas. 
Os funcionários públicos exibiram cartazes, faixas em sinal de luto ao funcionalismo e fizeram um apitaço. Alguns cartazes continham as seguintes frases: “Quem paga nossas contas?”, “Estamos reivindicando nossos direitos”, “Cadê o salário Sartori?” e “R$ 350,00 de salário hoje! Pode?”.
O trânsito na avenida Presidente Kennedy foi interrompido diversas vezes. O objetivo foi chamar a atenção da comunidade para a crise que atinge a educação.

Ação de combate ao abigeato prende 4, recupera bovinos e recolhe alimentos impróprios para consumo



Polícia Civil, com a Força Tarefa de Combate aos Crimes Rurais e Abigeato, deflagrou na manhã desta quinta-feira (31) a Operação Campo Seguro no combate aos crimes de furto abigeato. Foram cumpridas 10 ordens judiciais em quatro cidades do Rio Grande do Sul. Na ação, que contou com o apoio da Brigada Militar, Vigilância Sanitária Municipal de Dom Pedrito e Inspetoria Veterinária de Dom Pedrito, quatro pessoas foram presas, aproximadamente 300 quilos de alimentos impróprios para o consumo humano foram apreendidos e quatro bovinos foram recuperados.

Segundo os delegados Cristiano Ribeiro Ritta e André de Matos Mendes a operação visa a desarticular três quadrilhas de abigeato e uma de assaltos a propriedades rurais que, juntas, causaram enorme prejuízo aos produtores. As ações ocorrem nas cidades de Pelotas, Rosário do Sul, Pinheiro Machado e Dom Pedrito. Em Rosário do Sul uma equipe da Força Tarefa inspecionou bovinos em uma propriedade rural utilizada por uma quadrilha de abigeatários. “No local quatro vacas furtadas foram recuperadas. Os responsáveis pelo estabelecimento já estavam presos por conta de outro abigeato”, contam os delegados.
Na cidade de Dom Pedrito foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão, sendo dois em residências pertencentes a um homem investigado por abigeato e cinco mandados em estabelecimentos comerciais. “Em um dos estabelecimentos foram apreendidos 300 quilos de alimentos impróprios para o consumo humano e o proprietário foi autuado em flagrante delito”, acrescentam Ritta e Mendes. As buscas em Dom Pedrito contaram com apoio da Vigilância Sanitária Municipal e Inspetoria Veterinária.
Em Pelotas foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva decretados pelo Judiciário da comarca de Caçapava do Sul, contra indivíduos daquela cidade que efeturam diversos furtos de gado na região de Caçapava. “Os dois suspeitos já estavam recolhidos ao sistema prisional e foram novamente presos em razão das preventivas decretadas”, relatam os delegados.
Um integrante de uma quadrilha responsável por assaltar propriedades rurais foi preso temporariamente em Pelotas. “Os policiais diligenciaram na cidade de Pinheiro Machado para prender o suspeito, mas ele foi encontrado e capturado em Pelotas”, complementam os Ritta e Mendes.

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Otomar Vivian fala a Prefeitos do RS sobre alíquotas do IPE aos Municípios

O presidente do IPE, Otomar Vivian, esteve reunido com prefeitos de todos os municípios gaúchos, durante evento realizado pela FAMURS, na Expointer. A reunião, que ocorreu nesta quarta-feira, dia 30, tratou, entre outras questões, do estudo que está sendo realizado em parceria com as duas entidades em relação às alíquotas dos municípios conveniados ao IPE Saúde.
 Durante a apresentação, que contou com a participação do coordenador da Assessoria Atuarial do IPE, Pedro Almeida, foram esclarecidas as dúvidas dos prefeitos em relação ao tema.
Além disso, Otomar Vivian apresentou aos gestores das cidades gaúchas as propostas de especialização de saúde e Previdência. O Projeto Especialização do IPE – Mudar para atender melhor, está alinhado ao Plano de Modernização do Estado e busca maior eficiência no atendimento aos beneficiários do Instituto. O principal objetivo é profissionalizar a gestão, para qualificar e fortalecer tanto a previdência como a assistência à saúde para os servidores estaduais e seus dependentes.

Grazielle Araujo

Assessoria de Comunicação IPERGS

Empresa vencedora de licitação terá 90 dias para concluir obras do campo da Promorar

A abertura dos envelopes relativos ao Edital nº 2622/2017, que teve como objeto a contratação de empresa para conclusão do campo de futebol do bairro Promorar, ocorreu na manhã de segunda-feira, 28, na Sala do Setor de Licitações da Prefeitura de Caçapava do Sul.
A Empresa Leonardo Fernandes de Freitas Eireli venceu a licitação com o valor global de R$ 73.547,39 pela execução dos serviços licitados do repasse original do ministério do esporte. De acordo com a Prefeitura, caberá à empresa vencedora, alocar todos os equipamentos, materiais e pessoal necessários à execução dos serviços, devendo os materiais a serem empregados na obra serem de boa qualidade.
O prazo para conclusão da obra totalmente concluída será de 90 dias, a contar da ordem de serviço emitida pelo Prefeito, após a assinatura do presente contrato. A obra iniciou em 2015, através de uma emenda do Deputado Federal Paulo Pimenta, a pedido do vereador Luis Fernando Torres, onde a empresa na época iniciou a construção, mas na parte final da obra a empresa desistiu do contrato, abandonando a obra. Desta forma, a Prefeitura está licitando a parte final, com recursos que sobraram no convênio.

José Delfino Ornelas é escolhido Patrono dos Festejos Farroupilha 2017

A escolha do Patrono dos Festejos Farroupilha 2017 foi feita no dia 24 de agosto na secretaria de Cultura e Turismo (Secultur). Este ano a Entidade escolhida responsável foi o CTG Ronda Crioula, da localidade das Minas do Camaquã, representada pelo Tradicionalista José Delfino Luiz de Ornelas.

Luiz Delfino é nascido em Caçapava do Sul, no ano de 1963 e exerce atividades na pecuária. No Tradicionalismo: Criou o projeto “Viva o Tradicionalismo na Escola” em 1997 e foi fundador do Departamento de tradições gaúchas “Estância Crioula” também na escola Municipal Augusto Vitor Costa.

Ministrou palestras sobre história e cultura gaúcha em vários CTGs e estabelecimentos educandários de Caçapava do Sul e região.

Atualmente é presidente do Conselho de Vaqueanos do CTG Ronda Crioula.

A homenagem acontecerá no dia 13 de setembro no CTG Ronda Crioula.

Moradores fazem mutirão para tapar buracos de estrada


Fonte: Farrapo.rs

Cansados de esperar por ação do poder público, moradores da estrada da aviação, na região próxima a Cascata do Salso, se reuniram para resolver um problema antigo. O mutirão resultou em uma operação tapa buracos, realizada nesta segunda-feira, 28.

“Toda a vizinhança se uniu para ajeitarmos a rua. Várias vezes o ônibus escolar atolou neste trecho. Não dava mais para esperar, por isso agimos”, disse um dos moradores. 

Com enxadas nas mãos, os moradores taparam buracos e ajeitaram as laterais da estrada para escoar água da chuva. Segundo um morador, a solução do problema seria fazer uma drenagem no trecho.

José Ronaldo Rodrigues, também morador da região da Cascata, disse que há pelo menos três anos não passa uma patrola na localidade. Contou que o transporte escolar atolou diversas vezes no trecho que eles consertaram.

O secretário de Obras Paulo Henriques disse que já foi informado sobre o problema do transporte escolar. Afirmou que vai resolver o problema na estrada da região da Cascata após finalizar um outro conserto no Seival. A previsão é de que isso aconteça entre quinta-feira, 31 e sexta-feira, 1º de setembro. 

Interiorização: Câmara realiza sessão ordinária na região das Minas do Camaquã

Na noite desta terça-feira, dia 29, a Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul cumpriu mais uma agenda do processo de interiorização do Legislativo, realizando a sua sessão ordinária na localidade das Minas do Camaquã, utilizando o salão do CTG Ronda Crioula.
Este ano as Minas do Camaquã foram a terceira localidade a receber a sessão da Câmara, em março os vereadores foram até a Vila Progresso, em maio a reunião foi na Picada Nossa Senhora das Graças e nesta terça-feira foi a vez das Minas. Até o final do ano outra região receberá os vereadores, mas o local ainda deve ser definido pela Mesa Diretora.
A sessão foi marcada por debates que envolveram a localidade, como esgoto a céu aberto, iluminação pública, patrolamento de ruas e estradas e os problemas do Cine Rodeio e do Ginásio de esportes.
O morador da localidade, José Deni Rodrigues, usou a tribuna livre da sessão para falar em nome dos moradores e fez um relatório aos vereadores apontando tudo que precisa melhorar nas Minas do Camaquã e fez criticas ao Poder Público pelos serviços inacabados na localidade.
Outro ponto de debate foi a possível instalação da empresa Votorantin, que vai gerar emprego e renda a região, onde a representante da empresa, Clarisse Freitas, acompanhou a sessão.

Os vereadores aprovaram matérias durante a sessão no qual solicitam melhorias na região, principalmente na área de saúde e infraestrutura.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Audiência pública da saúde na Câmara dura mais de cinco horas

Na noite desta segunda-feira, dia 28, a Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul realizou uma das audiências públicas mais longas da instituição, onde o debate sobre a saúde de Caçapava do Sul durou mais de cinco horas.
Audiência foi mediada pelo Presidente do Legislativo, Ricardo Rosso e pela Comissão de Saúde da Câmara, composta pelos vereadores Marquinho Vivian, Silvio Tondo, Márcia Gervásio e com o auxílio do vereador Luis Fernando Torres.
Participaram da audiência pública o Prefeito Giovani Amestoy, o Secretário de Saúde, Juarez Teixeira, o Coordenador da 8º CRS, Sergio Hernandez e sua equipe técnica, o Promotor de Justiça, Diogo Taborda, o Presidente do Conselho Municipal de Saúde, Adail Camilo, a Administradora do Hospital de Caridade, Maria Helena Amado, o Presidente da Associação Hospital de Caridade Dr. Victor Lang, Edu Lobato, o Diretor Clínico do Hospital, o Médico Adalgiso Malaguez e os vereadores Mariano Teixeira, Jussarete Vargas, Paulo Pereira, Alex Vargas e Zilmar Araújo (Mano).
O objetivo da audiência foi abordar e debater as responsabilidades dentro do SUS do Município, do Estado, da União e dos prestadores de serviço do SUS, principalmente o Hospital de Caridade. O debate da reunião foi sobre as responsabilidades, que é a principal demanda da comunidade.
Cada instituição teve 15 minutos para uma breve apresentação e explicar a sua função dentro do SUS e as suas responsabilidades. Na sequencia, a Comissão de Saúde realizou 19 questionamentos para a mesa principal, sempre obedecendo ao objetivo da audiência.
Questionamentos da Comissão de Saúde
A primeira pergunta foi sobre quem é o gestor do SUS em Caçapava do Sul, no qual foi respondido que é a Secretaria de Saúde, sendo o município o responsável pelos atendimentos do SUS em Caçapava, com as devidas obrigações do Estado, da União e do Hospital.
Sobre o Pronto Atendimento, o município paga por mês R$ 280 mil ao Hospital pelo serviço e o Estado paga para a instituição cerca de R$ 46 mil por mês pela produtividade do PA. O município terceiriza o serviço, onde sendo o Ministério Público a Prefeitura deve ter um fiscal de contrato para acompanhar a execução do serviço. Ainda sobre o Pronto Atendimento, um dos questionamentos é o aumento no número de atendimentos por dia, que passa de uma média de 113 pacientes.  Sobre este fato, a coordenadoria de saúde entende que o número alto de atendimentos por dia no PA é que as unidades não deve estar funcionando como devem, para manter o vinculo do paciente e não permitir que o paciente procure o Pronto Socorro para uma consulta.
Já o MP entende que vivemos em uma sociedade assistencialista, por isso, que é mais fácil ir no PA na mesma hora para uma consulta simples, do que procurar a unidade. O Pronto Socorro atendeu neste semestre, mais de 12 mil pessoas com fichas azul e verde, ou seja, para consultas, que deveriam segundo a Coordenadoria serem atendidas nas unidades. A comissão de saúde no seu relatório para uma sugestão para melhorar este quesito.
Um debate na audiência foi também sobre os exames, principalmente quando o paciente está internado. Alguns exames não estão no contrato do Hospital com o SUS, com isso, segundo o MP o responsável sempre será o Poder Público que é o Gestor do SUS.
Sobre os repasses da União e do Estado, a Prefeitura disse que o Estado atualmente deve ao município mais de R$ 400 mil, de atraso nos repasses. Já a União se mantém em dia, mas os repasses são fixos e variáveis, dependendo dos atendimentos nas unidades (ESFs).
A Comissão questionou também sobre a produtividade da Secretaria de Saúde, ou seja, o que o Estado paga de volta à Prefeitura pelos atendimentos de média complexidade. Segundo a Secretaria de Saúde, este valor está entorno de R$ 70 mil mensais.
Outro fato da reunião foram os problemas dos exames de Ultrasson, onde a Prefeitura informou que este fato deve melhorar com a inauguração do Centro Materno Infantil, para atendimento de um pediatra e de um médico obstetra. Sobre isso, a Coordenadoria de Saúde disse que não concorda com o Centro Materno Infantil, na visão dos técnicos os profissionais devem ser contratados, mas para atender nos ESFs, sem tirar a mãe e a criança da sua comunidade de referencia, que tem também atendimento clínico, das agentes de saúde e outros profissionais. “Nós defendemos a contratação de profissionais para esta área, mas para atender nos ESFs, não centralizar em um local só, essa é a nossa visão, onde alguns municípios que criaram o Centro estão voltando atrás”, disse a técnica da 8º CRS,  Juliana Sartori.
O Município defendeu a criação do Centro Materno Infantil para melhorar o atendimento as gestantes e crianças, melhorando estes índices.
Outro impasse da audiência, foi o atendimento do sobre aviso médico do Hospital, onde município não paga mais por entender que é duplicidade de pagamento, devido ao contrato entre Estado e Hospital e a entidade entende que este item não é contemplado no contrato. O pensamento do Hospital é o mesmo dos médicos, no qual foi defendido pelo Dr. Adalgiso Malaguez, que disse durante a audiência que se o município não voltar a pagar este valor ele poderá ir embora de Caçapava.
Sobre este fato o MP fará novas reuniões junto com a Prefeitura e Câmara, para tentar encontrar uma solução. A Prefeitura entende pagamento duplo após uma manifestação do Tribunal de Contas sobre este item, mas a função do médico sobre aviso que está causando divergência neste caso.
O Hospital mostrou durante a audiência os números da instituição, como os atendimentos e o déficit financeiro anual que a entidade possui, no qual a Câmara informou que será parceira para ajudar a instituição e a Comissão trabalhará no seu relatório para sugerir melhorias nos atendimentos e irá colaborar para encontrar uma solução para o sobre aviso.
Um dos temas foi o Centro Oftalmológico, onde são atendidos 50% dos pacientes de Caçapava, 30% de Encruzilhada do Sul e 20% de Santana da Boa Vista, onde os atendimentos em um dia pode chegar a 45 pessoas. O Estado paga cerca de R$ 23 mil mensais pelo serviço e o município complementa com mais R$ 20 mil, incluindo as cirurgias de catarata.
Já o Centro de Traumatologia, que está montado e atendendo particular e convênios, existe um processo para o credenciamento junto ao SUS para os pacientes de Caçapava, no qual segundo a Coordenadoria no momento o Estado não está credenciando novos serviços pelo decreto de contenção de despesas do Governo. O Processo aguarda liberação do Estado, mas o Hospital manifestou o desejo de ter o Centro de Traumatologia pelo SUS, mas isso é uma deliberação do Estado, porque é o próprio Estado quem paga pelo serviço que é de média complexidade.
Uma das notícias boas da audiência, é que o Estado lançou um programa para regionalizar os partos, incluindo outros municípios para serem atendidos em Caçapava. Este programa libera mais recursos do Estado para os Hospitais credenciados, com isso, o Hospital também manifestou desejo que ingressar neste programa, tendo que atender algumas exigências da Coordenadoria.
Sobre as cirurgias eletivas, o Estado paga 24 cirurgias ao Hospital, no qual são supridas a maioria com os partos e emergência. Desta forma, foi levantado na audiência do próprio município comprar mais cirurgias, através de um acordo com a entidade e os médicos, como foi feito no passado. Essa possibilidade foi descartada pela Prefeitura por entender que as eletivas são de responsabilidade do Estado.
No final, a Comissão de Saúde da Câmara informou que fará um relatório sobre a audiência, relatando todos os pontos abordados na reunião e baseado nas informações recebidas pelos órgãos de saúde e o Ministério Público fará sugestões para melhorar vários pontos na saúde, principalmente no Pronto Atendimento e nas unidades básicas de saúde, bem como colaborar na gerência dos recursos vinculados para os atendimentos.
A audiência foi aberta também para o questionamento dos vereadores é do público.
O Promotor de Justiça no final parabenizou a Câmara pelo encontro e disse que esse debate não termina aqui, ou seja, convocou os vereadores e a Prefeitura para novas reuniões, principalmente para tentar resolver alguns impasses envolvendo Hospital e Município.
O Presidente da Câmara, Ricardo Rosso, agradeceu no final todas as instituições que participaram da reunião e o público, onde 132 pessoas estiveram presentes na audiência conforme lista de presença.
Já o Prefeito em sua manifestação informou que a obrigação constitucional de investimento em saúde é de 15%, mas a Prefeitura investe atualmente 23% do seu orçamento. Em 2016 o investimento foi de mais de 22% e agora chega a 23%.


domingo, 27 de agosto de 2017

Polícia aguarda a decisão judicial em Caçapava do Sul sobre pedido de prisão preventiva de 10 suspeitos

Segundo o site G1.com e reportagem publicada no RBS Notícias deste sábado, dia 26, uma frente parlamentar de combate a crimes agropecuários no Rio Grande do Sul foi criada neste sábado (26), primeiro dia da Expointer, feira realizada em Esteio, na Região Metropolitana. O principal objetivo é combater o abigeato (roubo de animais), propondo medidas de repressão e integrando entidades do setor.
Apenas neste ano, cerca de 4 mil animais foram roubados de propriedades rurais no estado. Muitos dos criminosos já foram identificados, mas alguns continuam soltos devido à demora da Justiça.
Em Caçapava do Sul, na Região Central, 29 animais foram roubados este ano, 17 na propriedade do pedreiro e produtor rural Oscarino Paz Pedroso. "Entraram de caminhão e pegaram os meus cavalos. Se sentiram em casa", conta.
A polícia identificou suspeitos e, de acordo com o delegado Adriano de Jesus Linhares Rodrigues, que coordena a força tarefa de combate ao abigeato na região, falta o Judiciário fazer a parte dele. Dez pedidos de prisão preventiva aguardam decisão.
"Uma investigação mais técnica, com profundidade, com bastante detalhes, não prospera sem o aval do Ministério Público e sem uma decisão do juiz. Então essa decisão do juiz é imprescindível para um melhor resultado e garantia de segurança pra sociedade toda", afirma Rodrigues.
Não há previsão para o andamento desses casos, já que o fórum tem apenas uma juíza para julgar 14 mil processos acumulados e, na semana passada, ela entrou em licença-saúde. Por enquanto dois juízes substitutos atendem o fórum uma vez por semana.
Mesmo assim, a polícia segue o trabalho de combate ao roubo de gado. Desde agosto do ano passado, 136 pessoas foram presas e 17 quadrilhas, desarticuladas. Mais de 35 toneladas de carne foram apreendidas e 15 mil animais, inspecionados.
Apesar da redução de 23% no crime de abigeato na região, quem já sofreu prejuízos espera que os criminosos sejam presos logo. "Acho que não pode demorar muito, porque eles podem estar roubando de outro", avisa Oscarino.
A Corregedoria Geral da Justiça admitiu que, como outras comarcas do estado, a de Caçapava do Sul sofre carência de magistrados, e que a solução virá somente com a conclusão de um concurso para juiz em andamento.
O Vereador de Caçapava do Sul, Mariano Teixeira (ao fundo na foto), esteve em Esteio neste sábado no lançamento desta frente parlamentar de combate aos crimes rurais. O vereador representou a Câmara de Caçapava. Clique aqui e veja a reportagem.
Fonte: g1.globo.com/rs/riograndedosul

Polícia Civil prende homem que agredia companheira

Fonte - Polícia Civil

Em cumprimento a mandado de prisão preventiva representada pela Polícia Civil, foi preso na manhã dd hoje A.B., de 53 anos, por descumprimento de medida protetiva. 

A prisão foi divulgada na manhã de hoje (26) pela Polícia Civil.

Consta que no dia 23 de agosto, A.B. chegou em casa bêbado e agrediu sua companheira com socos e com um cabo de vassoura, lesionando a vítima, além de ofende-la verbalmente.

A.B. foi preso na rua Barão do Cerro Formoso e não reagiu a prisão.  Ele foi encaminhado ao presídio estadual de Caçapava do Sul.

Em mais uma rodada do Estadual Série Bronze, ACF perde para a equipe de Cerro Largo

Na noite deste sábado, dia 26, a ACF viajou até Cerro Largo para enfrentar a equipe da casa por mais uma rodada da segunda fase do Campeonato Estadual de Futsal, Série Bronze.
A equipe de Caçapava do Sul não fez uma boa partida e acabou sendo goleada por 7 a 0. Com a derrota, a ACF fica na terceira colocação da chave e enfrenta na próxima rodada a ACESA de Charqueadas.

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Avercamp escolherá nova diretoria em reunião que será realizada em Caçapava

Nesta semana, os vereadores Luis Fernando Torres (Boca) e Marquinhos Vivian estiveram em Candiota para mais uma reunião da Associação dos Vereadores da Região da Campanha (Avercamp), cujo o mandato do atual Presidente encerra em setembro.
A reunião foi para definir os próximos rumos da Avercamp e marcar para o dia 21 de setembro, as 12h, uma reunião em Caçapava do Sul para elegerem o novo Presidente da Associação, que atualmente é presidida pelo vereador Luis Fernando Torres e elencar as principais prioridades da entidade, visando o desenvolvimento regional.
A Avercamp abrange oito municípios da região da campanha e a reunião em Caçapava vai reunir dois vereadores de cada município e os Presidentes dos Legislativos. A reunião em Candiota debateu também o CIDEJA, que um programa da Secretaria de Agricultura do Estado para o Desenvolvimento da Região.

O Presidente do Comude, João Sergio Machado, também participou do encontro que reuniu parlamentares de todos os municípios pertencentes a Avercamp.

Coleta do Programa de Controle ao Mormo e Anemia teve início


Foto: Mariano Teixeira é o autor da lei que cria o programa e o incentivo.

A Seagropic em parceria com o vereador Mariano Teixeira, autor da lei do programa municipal do mormo, está elaborando roteiros para serem cumpridos pelos veterinários nos fins de semana e, a partir deste, começarão a recorrer as áreas mais distantes da cidade para a examinação do maior número de equinos antecedendo aos eventos programados da Semana Farroupilha.
O produtor que quiser examinar seu cavalo deverá comparecer na Secretaria da Agropecuária para realizar o cadastro de seu animal onde, após realizado, será disponibilizado o número da conta para a realização do pagamento do exame no valor de R$ 60,00, economizando mais de R$80,00, conforme preço dos exames.
As amostras de sangue estão sendo enviadas para o laboratório em Porto Alegre onde são verificados e realizados os exames, sendo assim enviados os resultados dentro de alguns dias para os produtores.
Todos os cavalos atestados, e apresentados com Exame negativo, serão identificados com pulseira para serem diferenciados e não precisarem apresentar novamente os exames ao longo dos eventos Farroupilhas.
O Vereador Mariano junto com alguns tradicionalistas estão dando o suporte para o cumprimento da lei.

Giovani Amestoy toma posse como presidente da Associação Gaúcha dos Municípios

O prefeito de Caçapava do Sul, Giovani Amestoy, tomou posse na noite desta quarta-feira, 23, da Associação Gaúcha dos Municípios (AGM), na Assembleia Legislativa.

A cerimônia ocorreu na sala Júlio de Castilhos e foi assistida por dezenas de deputados, prefeitos, ex-prefeitos, chefes de Governo, secretários, vereadores e diretoria cessante e empossada da AGM. Na assinatura da posse, Amestoy defendeu o municipalismo e falou sobre a escassez de recursos das cidades e o aumento das obrigações dos prefeitos em relação ao Estado e Federação, o que dificulta o crescimento dos municípios.

Também usaram a palavra na cerimônia de posse o chefe da Casa Civil, Fábio Branco (representando o governador José Ivo Sartori); o Deputado Maurício Dziedrick (representando a Assembleia Legislativa Gaúcha); Marco Peixoto (Presidente do Tribunal de Contas do Estado); Salmo Dias (Presidente da Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul) e o presidente cessante da AGM, Carlos Cardinal.

Participaram ainda do protocolo oficial os Deputados Gilmar Sossela; Zilá Breitenback; Júlio Cesar de Melo, Secretário Geral do Ministério Público; Ramiro Rosário, Secretário Municipal de Serviços Urbanos (representando o Prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior); Luis Henrique Kittel (representando o Dep. Federal Giovani Cherini); Marina Bortonelo (representando o Dep. Estadual Missionário Volnei);  Fábio Medeiros (representando o Dep. Estadual Ciro Simoni) e o presidente do IPE, Otomar Vivian.

Os prefeitos Rogério Fachinetto (Arvorezinha), Jorge Luiz Hoffmann (Cerro Branco), Jovelino Zago (Barros Cassal), Márcio Minuzzi (Caiçara), Gilmar Tonello (Alto Alegre), Gilson Paz (Tio Hugo), Sávio Prestes (Lavras do Sul), Rossano Gonçalves (São Gabriel), Luis Fernando Brenner (Santa Margarida do Sul),  André Lacerda (Novos Cabrais) e os ex-prefeitos de Canoas, Jairo Jorge; de Caxias do Sul, Alceu Barbosa Velho e Glei Menezes de Rosário do Sul, além de Verno Muller (superintendente da Famurs) marcaram presença.
Caçapava do Sul também marcou presença no evento: o vice-prefeito, Luiz Guglielmin, os secretários de Município: Flávio Monteiro (Planejamento e Meio Ambiente), João Timótheo (adjunto Cultura e Turismo), Juarez Teixeira (Saúde); Ihoko Nakashima Mota (Fazenda),  Leslie Maicá de Melo (Educação), Maria Tereza de Macedo (Assistência Social), Marcelo Freitas (Agropecuária, Indústria e Comércio); Nei Tavares (Geral), Paulo Henriques (Obras), o presidente da Câmara de Vereadores, Ricardo Rosso, os vereadores Márcia Gervásio e Paulo Pereira, o Empresário Marcelo Spode, além de familiares do prefeito e servidores reponsáveis por órgãos técnicos e secretarias participaram do evento.

Nova Presidência
Presidente: Giovani Amestoy (Caçapava do Sul)
1º vice: Armani Magnus Germano (Capão da Canoa)
2º vice: Ary José Vanazzi (São Leopoldo)
3º vice: Luiz Felipe Brenner (Santa Margarida do Sul)
4º vice: Alexsandro Contini de Oliveira (Cidreira)
1º Secretário: Luiz Carlos Gauto da Silva (Tramandai)
2º Secretário: Odi Paulo Lorenzini (Relvado)
1º Tesoureiro: Marcos Scorsatto (Itapuca)
2º Tesoureiro: João Marcos Bassani dos Santos (Maquiné)
Coordenador Geral dos Comitês Técnicos: Marcos Antônio Martini (Nova Bréscia)

AGM
Fundada em 1993, a Associação Gaúcha de Municípios, entidade associativa dos prefeitos do Rio Grande do Sul, tem quase 100 municípios filiados e como objetivo fortalecer o municipalismo, garantindo apoio em suas demandas junto aos governos estadual e federal.

Câmara promove audiência para debater a saúde de Caçapava na segunda, dia 28

A Câmara de Vereadores realiza na segunda, dia 28, uma audiência pública para debater a saúde do município.
Participarão do debate os gestores do SUS em Caçapava do Sul, que são: a Secretaria de Saúde, o Ministério Público, o Hospital de Caridade, a 8º Coordenadoria Regional de Saúde, o Conselho Municipal de Saúde e a própria Comissão de Saúde do Legislativo.
A intenção do Legislativo é saber a responsabilidade da União, do Estado, do Município, do Hospital e dos prestadores de serviço do SUS, além de valores e repasses públicos aos prestadores.
A audiência iniciará às 18h30min, no Plenário da Câmara e a comunidade está convidada a participar.

Feira de Ciências da Unipampa está sendo realizada nesta sexta-feira

Esta ocorrendo hoje (25), no Ginásio de Esportes Dr. Ciro Carlos de Melo (Melão), a 7ª edição da Feira de Ciências, promovida pela Universidade Federal do Pampa (Unipampa) em parceria com a Prefeitura Municipal de Caçapava do Sul.
Mais de 80 trabalhos das escolas de Ensino Infantil, Médio, Técnico, EJA e de Educação Especial das cidades de Caçapava do Sul, Lavras do Sul e São Sepé foram escolhidos para a mostra, que segue até às 16 horas desta sexta-feira, quando serão divulgados os trabalhos destaques, que são avaliados por uma equipe da Unipampa.
A diretora do Campus de Caçapava do Sul, Aline Balladares, juntamente com a pró-reitora de Extensão da Unipampa, Nádia Fátima Branco, da Secretária de Educação de Caçapava do Sul, Leslie Maicá de Melo e das professoras Solange Pinto Borges (representando a Secretária de Educação de São Sepé) e Elisangela Freitas dos Santos (representando a Secretária de Educação de Lavras do Sul) participaram da solenidade de abertura.
“Estre projeto é muito importante e, apesar da conjuntura em que vivemos do pouco incentivo à Educação e tecnologia, é gratificante ver este ginásio lotado de crianças, jovens e adultos que acreditam que a educação é capaz de transformar e mudar nossa realidade”, disse Balladares. Ela ainda informou que os alunos dos trabalhos destaques na mostra serão convidados para a Mostra de Bagé e para visitação ao Museu da Puc, em Porto Alegre.
A Feira de Ciências tem como objetivo difundir ciência e tecnologia na região da Campanha buscando jovens talentos, tem a coordenação da Diretora do Campus Caçapava do Sul, Professora Doutora Aline Lopes Balladares.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Projeto Sementes Crioulas da ETERRG destaca-se em Mostra de Trabalhos em Rio Grande

 Entre os dias 16 e 18 de agosto, numa promoção da SEDUC-RS, reuniram-se escolas técnicas pertencentes às Coordenadorias Regionais de Bagé, Pelotas, Rio Grande, Santana de Livramento e Uruguaiana para, na cidade de Rio Grande, participar da XIV Mostra da Educação Profissional, onde a Escola Técnica Estadual Dr. Rubens da Rosa Guedes participou com projetos de pesquisa nos seguintes temas: Agroecologia, Recria de Terneiras, Turismo e Sementes Crioulas.
           
Em execução desde 2014, sob coordenação das professoras Ana Flávia Leão e Francelina Oliveira Vasconcelos, o projeto sobre Sementes Crioulas, que conta com apoio das diferentes segmentos da comunidade escolar, inicialmente abordou o resgate sociocultural e a importância da manutenção da pureza genética.
           Já em 2015, tratou de mecanismos capazes de garantir a manutenção da qualidade das sementes ao desenvolver atividades de recobrimento com pó de calcário, em 2016, frente ao grave problema de esvaziamento do meio rural discutiu questões sobre o êxodo rural e a sucessão familiar.
           
Neste ano letivo, numa parceria com as escolas municipais do campo e, desenvolvido por alunos da turma 1001, representados pelos alunos Ana Julia Teixeira Dias, Felipe Zago Chaves e Victória Valcarenghi, investe na formação de guardiões mirins de sementes como forma de ampliar nosso campo de pesquisa.
            Destaca-se ainda a importância do tema abordado pelas premiações conquistadas: o participar das Mostras de Educação Profissional, 2o Lugar em 2014 e 1Lugar em 2015, 2016 e 2017, pela participação em Seminários vinculados à Agricultura Familiar e Segurança Alimentar, publicação de artigo na Revista dos Supervisores do Rio Grande do Sul e apresentação em eventos promovidos por universidades.

Vereador indica a realização de um mutirão de plantio de árvores na área urbana

Na última sessão da Câmara de Vereadores desta terça-feira, dia 22, o Líder do Governo no Legislativo, vereador Paulo Pereira, aprovou uma indicação que solicita ao Executivo a possibilidade de uma ação voltada ao plantio de árvores na área urbana de Caçapava do Sul.
Segundo o Vereador, Caçapava há muitos anos tinha muitas árvores, mas ao longo do tempo as novas construções e uma falta de planejamento sustentável nesta área fez com que a cidade ficasse cinza.  “ A arborização urbana proporciona as cidades inúmeros benefícios relacionados a estabilidade climática, conforto ambiental,  na melhoria da qualidade do ar, um bem a saúde física e mental da população, além de influenciar na redução da poluição sonora e visual, conservando o ambiente ecologicamente equilibrado”, disse o Vereador.

A indicação visa promover junto ao Poder Executivo, através da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente, um plano de ação para o plantio de árvores em várias ruas e avenidas de Caçapava, bem como nos espaços públicos que são utilizados pela população. 

Estabelecimentos terão que colocar placas informando a proibição da venda de chumbinho

Os estabelecimentos comerciais, agropecuárias e similares de Caçapava serão obrigados a fixar placas ou cartazes informando sobre a proibição da venda do veneno, que popularmente é conhecido como “Chumbinho” e também outros venenos ilegais.
O projeto de Lei de autoria da vereadora Márcia Gervásio foi aprovado pela Câmara e o comércio deverá se adaptar, afixando em local visível ao público as seguintes informações:
“É PROIBIDA A DISTRIBUIÇÃO, VENDA E COMERCIALIZAÇÃO DE CHUMBINHO NESTE ESTABELECIMENTO, ASSIM COMO OUTROS VENENOS ILEGAIS POR SE TRATAREM DE PRODUTOS CLANDESTINOS E NÃO REGISTRADOS NA ANVISA”.
“Sabemos que no município, muitos animais morrem envenenados por chumbinho, vítimas da maldade humana e do total desrespeito à legislação. A fixação do cartaz informativo deixará os consumidores e comerciantes cientes de que a comercialização do chumbinho pode ocasionar sérias responsabilidades criminais”, destaca a vereadora.
Os estabelecimentos que infringirem os itens da lei, ficarão sujeitos à advertência, multa e interdição. O projeto entrará em vigor assim que for sancionado pelo prefeito.

Caçapava irá receber mais de R$ 500 mil da Consulta Popular em 2018

Nesta segunda-feira, dia 21, aconteceu em Bagé mais uma Assembleia do Corede Campanha, no qual Caçapava do Sul faz parte na votação da Consulta Popular.
O município foi representado na Assembleia pelos membros do Comude (Conselho Municipal de Desenvolvimento) e debateram com os outros municípios da região que atingiram a meta de votação a divisão dos recursos. O Clima da reunião foi tensa, marcada por conflitos entre os municípios e principalmente com a direção do Corede.
No final, Caçapava foi contemplada com aproximadamente R$ 570 mil. Deste valor R$ 147 mil foram para a saúde, R$ 230 mil para a área de Segurança e R$ 198 mil para a Agropecuária. Este valor será colocado no orçamento do Estado para 2018.
“ Nós atingimos a meta de votação e na Assembleia o Corede queria nos repassar menos recursos, mas entramos em um debate forte e conseguimos os recursos que eram de direito do município”, disse o vereador Luis Fernando Torres, que estava representando a Câmara na Assembleia.

Já o servidor do Legislativo que trabalhou na consulta popular, Lucas Garcia, disse que os valores ficaram justos porque Caçapava com muito esforço alcançou a meta de votação. Caçapava teve também representantes do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, da Unipampa, da Prefeitura, Brigada Militar, entidades de classe e clubes de serviço, que faziam parte do Comude e votaram na divisão dos recursos para cada município da região da campanha.

terça-feira, 22 de agosto de 2017

8º CRS confirma presença na audiência pública da saúde na próxima segunda-feira

O Presidente da Câmara, Ricardo Rosso, esteve em Cachoeira do Sul nesta terça-feira, dia 22, para convidar o Coordenador da 8º Coordenadoria Regional de Saúde, para participar da audiência pública que será realizada pela Câmara de Vereadores na próxima segunda-feira, dia 28, sobre a saúde do município. O evento inicia as 18h30min.
A audiência pública vai debater as responsabilidades do município, do Estado, da União e dos prestadores de serviço do SUS.
Durante a reunião,  o Coordenador Sergio Hernandez chamou a sua equipe técnica para conversar com o Presidente e confirmar a presença na audiência pública. Com isso, para falar na audiência já estão confirmados o Município, o Hospital de Caridade Dr. Victor Lang e a Coordenadoria Regional de Saúde.

A Câmara espera ainda no decorrer da semana que mais duas instituições confirme presença na audiência. “ Tivemos uma aula sobre saúde hoje pela manhã na Coordenadoria, onde vários assuntos serão debatidos na audiência”, disse Ricardo.

Domingo aconteceu a 1º Taça São Luiz de Futebol Feminino.

Domingo passado (20), aconteceu durante todo o dia, das 8h às 22h, um torneio de futsal feminino no Ginásio de Esportes Dr. Ciro Carlos de Melo (Melão).

Promovido pelo Esporte Clube São Luiz em parceria com o Conselho Municipal de Desportos (CMD), contou com a participação de 13 equipes sendo cinco equipes de Caçapava do Sul e oito equipes das cidades Agudo, São Sepé, Cachoeira e Vila Nova.


Os campeões foram premiados com as seguintes colocações: Agudo conquistou o primeiro lugar, São Sepé ficou em segundo e o time Real Minas, de Caçapava do Sul, tirou o terceiro lugar.

O vereador Luis Fernando Torres (Boca), entregou a premiação para a equipe campeã. O Vereador e o Deputado Paulo Pimenta foram apoiadores do evento.

domingo, 20 de agosto de 2017

Índice Firjan de 2016: Caçapava alcança a melhor posição dos últimos 10 anos em Gestão Fiscal

Na última semana foi divulgado o Índice Firjan (Federação da Industrias do Rio de Janeiro) relativo ao ano de 2016 dos Estados e Municípios Brasileiros, na área de Gestão Fiscal. Os números mostram uma evolução da Prefeitura de Caçapava do Sul nesta área em mais de 100 posições no Estado.
O Índice Firjan existe desde 2006, quando Caçapava no primeiro levantamento ocupava a posição 405 no RS, já em 2012 e 2013 a posição chegou a 486, uma das piores gestões fiscais do Estado. Já em 2016, Caçapava está na colocação 378, a melhor dos últimos 10 anos na área de gestão fiscal.
Composto por cinco indicadores – Receita Própria, Gastos com Pessoal, Investimentos, Liquidez e Custo da Dívida –, o IFGF tem uma metodologia que permite tanto comparação relativa quanto absoluta, isto é, o índice não se restringe a uma fotografia anual, podendo ser comparado ao longo dos anos. Dessa forma, é possível especificar, com precisão, se uma melhoria relativa de posição em um ranking se deve a fatores específicos de um determinado município ou à piora relativa dos demais.
Para contribuir com uma gestão pública eficiente e democrática, o Sistema FIRJAN desenvolveu o Índice FIRJAN de Gestão Fiscal (IFGF). Uma ferramenta de controle social que tem como objetivo estimular a cultura da responsabilidade administrativa, possibilitando maior aprimoramento da gestão fiscal dos municípios, bem como o aperfeiçoamento das decisões dos gestores públicos quanto à alocação dos recursos.
Com base nesses dados oficiais, o Índice FIRJAN de Gestão Fiscal 2017 – ano de referência 2016 - avaliou a situação fiscal de 4.544 municípios, onde vivem 177,8 milhões de pessoas – 87,5% da população brasileira.
Segundo o Ex-Secretário da Fazenda de Caçapava do Sul, Flávio Barreiro, que comandava a pasta em 2016, os números da gestão fiscal relativo ao ano passado, comparado com os outros anos, mostra um bom resultado alcançado na gestão fiscal da Prefeitura. “ Os bons resultados alcançados estão sendo confirmados agora através dos números, isso é o resultado de um trabalho de todos os servidores da Secretaria da Fazenda, auxiliados pelas demais Secretarias, que souberam entender a necessidade de melhorar muito a gestão fiscal da Prefeitura e os números já começaram a aparecer.  Precisamos melhorar muito ainda, os resultados de 2016 precisam ser apenas o começo da recuperação fiscal de Caçapava do Sul, onde os índices já começaram a apresentar  melhorara em 2014 e estão vindo em uma crescente”, disse Barreiro.
Para ter acesso aos números do Índice Firjan é só acessar o site http://www.firjan.com.br/ifgf/consulta-ao-indice/consulta-ao-indice-grafico.htm.
Confira a posição de Caçapava do Sul nos últimos 10 anos, na gestão fiscal do Índice Firjan:
2006 – 405
2007 – 477
2008 – 445
2009 – 471
2010 – 479
2011 – 484
2012 – 483
2013 – 486
2014 – 422
2015 – 386

2016 - 378

ACF estréia com empate na segunda fase da Série Bronze

A ACF iniciou a segunda fase da Série Bronze de Futsal com um empate contra a SER Santiago, na noite deste sábado (19), no Melão.
A torcida que lotou o ginásio viu da arquibancada o quinto empate da história do duelo. Em cinco confrontos até aqui, nunca houve um vencedor.
Ao contrário do esperado, quem começou em cima foi a equipe de Santiago. Com uma postura bem ofensiva, o time do técnico Edinho Pimentel ditou as primeiras ações do confronto. Apostando em uma marcação alta, os Santiaguenses levaram alguns perigos à meta do goleiro Nado.
Apostando no jogo de choque, a ACF levava com muita velocidade o perigo a meta adversária, porém detinha menos posse de bola.
Com mais frieza para atacar, os visitantes abriram o marcador em cobrança de falta. Japa aproveitou o erro de movimentação da equipe caçapavana e rolou para Rafael Capeta que bateu forte para acertar o canto direito da meta mandante.
Necessitando do empate, a ACF parava nas interceptações do goleiro Carlos André, também em noite inspirada. Apesar da pressão latente, a ACF acabou punida em um contragolpe. Lançado em velocidade, Marcelinho arrancou pela ponta direita, e bateu forte para acertarum bonito chute.
Precisando mais do que nunca reagir, a ACF partiu para o abafa, mas faltava o passe final. A equipe mandante errou mais passes que o comum. Com a desvantagem no placar, o time de Matheus Moura voltou pressionando. Mas apesar de conseguir fluir mais o jogo, a ACF parava em Carlos André, ou no travessão do goleiro como em chute de primeira de Cassiel. 
Até que em cobrança de tiro de canto, Mateus Pezão encontrou Diovane livre no segundo poste para aparar para a rede e diminuir a vantagem. Sem o mesmo ímpeto físico do primeiro tempo a equipe de Santiago recuou buscando os contragolpes puxados por Japa, porém quase sempre sem efetividade.
Com uma torcida pulsante, e sentindo o adversário combalido fisicamente, a ACF começou a penetrar mais na área a adversária, e em pelo menos duas vezes Carlos André interceptou boas conclusões de Diovane e Dida. Porém o goleiro não conseguiu segurar a conclusão de Longaray , que após boa tabela recebeu na entrada esquerda da área e tocou no canto para empatar. Com cinco minutos para fechar o cronômetro, restava a ACF buscar a virada, que quase ocorreu nos instantes finais , porém a trave e o goleiro Santiaguense salvaram novamente.
Com o empate, as duas equipes dividem o segundo lugar da chave no momento. No próximo sábado a ACF vai até Salvador das Missões enfrentar o Cerro Largo Futsal.

sábado, 19 de agosto de 2017

Força Tarefa contra abigeato solicita prisões preventivas em Caçapava do Sul

A Força Tarefa, sob coordenação do Delegado Adriano Linhares, encerrou recentemente três inquéritos policiais, onde foram apurados crimes  de abigeato e receptação de máquinas agrícolas. Conforme as investigações, trata-se de três quadrilhas distintas, que unidas  geraram prejuízo enorme  aos produtores rurais de Caçapava do Sul, sendo:
- uma especializada em furto de gado na forma de carneada, responsável por inúmeros furtos nos últimos anos, carneando sempre em média 5 animais em cada ação criminosa;
- uma especializada em furto de gado vivo, onde os animais eram carregados em embarcadores e furtados  de caminhão boiadeiro, apenas em dos furtos a quadrilha levou 17 animais de uma propriedade rural de Caçapava do Sul  localizada próximo a Ponte Irapua; 
- uma organização criminosa que comercializava, na cidade de Caçapava,  máquinas agrícolas  roubadas e furtadas. 
A Força Tarefa aguarda manifestação do Poder Judiciário, e os policiais acreditam que em caso de deferimento das medidas cautelares, ocorra expressiva diminuição de crimes rurais na cidade de Caçapava do Sul e Região.
Por Eduardo Schneider
Com informações da Polícia Civil

Brigada Militar cumpre mandado judicial e prende homem com vasta ficha criminal

Na manhã deste sábado, 9, por volta das 7 horas, a Guarnição de Serviço da Brigada Militar, em cumprimento de Mandado Judicial Expedido pela Comarca do Município, prendeu preventivamente o Sr. P.R.P.S., de 33 anos, natural de Esteio, mas morador de Caçapava do Sul.
No município, o homem de 33 anos já havia praticado diversos crimes, “colecionando” em sua ficha criminal mais de 90 registros pelos mais diversos tipos de delitos, destacando como os mais graves: tentativa de homicídio, roubo a pedestre, furto qualificado, furto arrombamento em estabelecimento comercial, furto arrombamento de residência, furto em veículo, dano, posse de entorpecentes, lesão corporal, desacato, entre outros.
P.R.P.S. foi preso na Rua Barão de Caçapava, no centro de Caçapava do Sul, após a realização dos procedimentos legais foi conduzido ao Presídio Estadual de São Sepé, onde permanecerá preso preventivamente.

Rodeio de Integração do CTG Sentinela dos Cerros segue durante todo final de semana

Acontece neste fim de semana, em Caçapava do Sul, o 1º Rodeio de Integração do CTG Sentinela dos Cerros,na sede campestre Tady Ilha Machado. A abertura do rodeio foi no início da tarde des sábado, com a presença do Secretário de Obras, Paulo Henriques, representando a Prefeitura, vereador Mariano Teixeira e a patronagem do CTG anfitrião, bem como seus Piquetes.
O Patrão do CTG, Flávio Barreiro, agradeceu em seu discurso de abertura a participação dos Piquetes na organização do evento e de sua patronagem.
Após a abertura, Mariano e Paulo Henriques foram até o setor de cadastramento para os Exames da Lei do Mormo, cuja Lei, de autoria do vereador, foi sancionada dias atrás pelo Prefeito Giovani Amestoy e está sendo aplicada em parceria com o Executivo através da Secretaria de Agropecuária, Indústria e Comércio.
As provas seguem ao longo deste sábado e, a noite, será realizado no CTG um baile com o conjunto Estrada Afora, a partir das 22h.
Domingo o Rodeio de Integração segue com mais provas campeiras e as finais do tiro de laço. A entrada é aberta ao público.

Vereador participa de seminário sobre a educação pública na região

O vereador Luis Fernando Torres (Boca), participou na tarde desta sexta-feira, dia 18, na Câmara de Vereadores de Bagé, do 2º Seminário organizado pela Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Estado, em defesa da educação pública da Metade Sul do Estado e desenvolvimento regional.
Participaram do evento o Presidente da Assembleia Legislativa, Deputado Edgar Preto, o Presidente da Comissão de Educação da AL, Deputado Nelsinho Metalúrgico, Deputado Estadual Luiz Fernando Mainardi, Representantes de Universidades, vereadores da região, estudantes e professores das Universidades Públicas da região.
O principal objetivo desses seminários e mobilizar a comunidade da região contra os cortes do Governo Federal nas Universidades Federais e nos Institutos de Educação, onde as verbas chegam 75% somente do valor necessário para manter as instituições, sem investimentos.
“Antes do Governo do Presidente Lula o jovem para freqüentar uma Universidade Federal tinha que mudar de cidade e para os mais pobres sobrava apenas as Universidades Particulares, porque os adolescentes trabalhavam o dia todo para estudar de noite, criando uma concorrência desleal nas vagas. Mas com a criação de novos programas e a criação de novas Universidades principalmente a Unipampa, a realidade da nossa região e da Fronteira Oeste mudou” disse o Vereador.
Torres comentou ainda, que a Unipampa está instalada em 10 cidades, com mais de 12 mil alunos, possibilitando que o mais humilde tenha a possibilidade de estudar em uma Universidade pública de qualidade, “mas que somente com a União dos vereadores, prefeitos, reitores, alunos e a população vai mudar esta realidade e evitar o fechamento de Universidades, porque a Unipampa está funcionando há menos de 10 anos, ou seja, sem tradição perto das outras que já estão consolidadas”, comentou.
“ A verdadeira inclusão social é feita através da educação, tanto que o maior sonho de um pai é ver o seu filho com um diploma na mão, principalmente quando é conquistado em uma Universidade Federal”, finalizou.
A Assembleia fará vários seminários para depois montar um relatório final e encaminhar ao Governo Federal.